SEBRAE

Em sua despedida do UFC, Anderson Silva é derrotado por Uriah Hall

Em sua última luta pelo Ultimate Fighting Championship (UFC) e possível último ato de sua carreira, o brasileiro Anderson Silva, de 45 anos, foi derrotado [...]

Por Silas Vinicius em 01/11/2020 às 12:36:20

Em sua última luta pelo Ultimate Fighting Championship (UFC) e possível último ato de sua carreira, o brasileiro Anderson Silva, de 45 anos, foi derrotado pelo jamaicano Uriah Hall, no quarto round do evento principal do UFC Las Vegas, neste sábado, 31. Maior nome do MMA brasileiro, o Spider, como é conhecido o lutador, perdeu pela 11ª vez – ele possui um cartel com 34 vitórias e outra luta sem resultado. Ao final da luta, Hall, que já afirmou diversas vezes ser fã de Anderson, cumprimentou o brasileiro e, emocionado, disse que o amava. Em um ato de reverência, afirmou que seu adversário ainda era “o maior de todos”.

Na entrevista após o combate, Anderson Silva deixou em aberto a possibilidade de voltar ao octógono. “Para nós é difícil parar, mas hoje foi meu último show [no UFC] e fico feliz de ter mostrado isso para meus fãs e para a minha família. Mas não sei [se vou me aposentar]. Vou voltar para casa e conversar com todo o meu time. É difícil dizer se é minha última luta ou não. Vamos ver”, disse. O brasileiro também disse que coleciona vários bons momentos no UFC e que a decisão sobre parar é complexa porque entrar no octógono é o que ele faz com “todo o coração”. Dono de um dos maiores reinados da história da companhia, Anderson Silva foi campeão do peso médio de 2006 a 2013, quando foi derrotado pelo americano Chris Weidman. Na revanche, o Spider fraturou a perna ao tentar acertar o adversário com um chute.

Leia também

Maior lutador da história do MMA? Anderson Silva faz sua última luta neste sábado

UFC: Conor McGregor volta aos treinos e luta contra Dustin Poirier deve acontecer em janeiro

Anderson Silva revela ter sofrido racismo nos EUA: 'Policiais me seguiam até minha casa'

Fonte: JP

Comunicar erro

Comentários

libade