Governo confirma o fechamento de 20 escolas em Goiás; veja lista

Secretaria de Educação explica que colégios em vários locais operam com a quantidade de alunos abaixo da capacidade. Em Goiânia, apenas uma unidade será fechada.

A Secretaria Estadual de Educação confirmou nesta quarta-feira (8) o fechamento de 20 escolas da rede estadual de ensino. Outras 18 unidades correm o risco de fecharem as portas ainda neste ano. A TV Anhanguera teve acesso à lista completa das escolas que deixarão de funcionar (veja ao final). Em Goiânia, apenas a escola estadual Chico Mendes, no setor Riviera, será fechada e os 219 alunos do período integral serão transferidos para a unidade Vandy de Castro, no setor Vila Maria Luiza.

Segundo a secretária estadual de Educação, Fátima Gavioli, a escola Vandy de Castro tem 103 alunos matriculados e capacidade para abrigar mais de 400. De acordo com a portaria publicada pela Secretaria, as escolas que serão fechadas estão próximas de outras unidades.

“O limite que está na portaria são de 2 quilômetros para reordenamento na zona urbana. Na rural, [o aluno] não poderá andar mais de 15 quilômetros entre ida e volta. Os professores terão vaga garantida em seu município ou outro, se assim ele desejar”, explica Gavioli.

As 38 unidades anunciadas inicialmente custam R$ 2,2 milhões ao Tesouro estadual, com gastos entre professores temporários, água e luz. Para confirmar o fechamento de 18 escolas, ainda na lista de previsão, a secretaria estuda a quantidade de solicitações de matrículas recebidas para tomar decisões.

A secretária Fátima Gavioli explica que os prédios das escolas estaduais fechadas serão entregues aos gestores municipais implantarem turmas do 1º ao 5º ano de ensino.

O período de solicitação de vagas pela internet acabou com a pré-matrícula de 473 mil estudantes na rede estadual, sendo 81 mil novatos. Cerca de 14 mil alunos serão transferidos este ano por terem concluído a etapa de ensino ou porque a escola onde estudam será fechada.

Municípios

Em Pirenópolis, de três escolas com nome na lista, uma está com fechamento confirmado, que segundo a secretaria tem capacidade para 272 alunos, mas funcionou no ano passado com apenas 34. Em Itumbiara, são cinco escolas com risco de fechamento, uma está confirmada.

Em Cidade de Goiás e Valparaíso de Goiás, serão fechadas duas escolas. Em outros 14 municípios, pelo menos uma unidade deixará de funcionar.

Lista completa:

  • Pirenópolis – Escola Estadual Diolino Rodrigues da Luz
  • Faina – Escola Estadual Diário de Paiva Sampaio
  • Cidade de Goiás – Colégio de Aplicação Professor Manuel Caiado e Centro de Ensino Albion de Castro Curado
  • Mossâmedes – Centro de Ensino Ilidia Maria Perillo Caiado
  • Mozarlândia – Escola Estadual Getúlio Dedio de Brito
  • Sanclerlândia – Escola Estadual Deputado José Alves de Assis
  • Goiânia – Escola Estadual Chico Mendes
  • Doverlândia – Escola Estadual Dr. Pedro Ludovico Teixeira
  • Campos Verdes – Escola Estadual Luiza Ramos de Menezes
  • Fazenda Nova – Escola Estadual Tiradentes
  • Itapirapuã – Centro de Ensino Nico de Barros
  • Valparaíso de Goiás- Escola Estadual Alberico de Araújo Roriz e José Nunes da Silva
  • Piracanjuba – Centro de Ensino Abdala Daher
  • Aragarças – Escola Estadual Mercedes Zetola
  • Firminópolis – Centro de Ensino Juscelino Kubistcheck
  • São Luís de Montes Belos – Centro de Ensino Antonio Campos
  • Santa Bárbara de Goiás – Escola Estadual Jovita Gonçalves da Silva
  • Estrela do Norte – Escola Estadual Ministro Petrônio Portela.

Fonte: G1

Um comentário em “Governo confirma o fechamento de 20 escolas em Goiás; veja lista

  • janeiro 9, 2020 em 12:45 pm
    Permalink

    Parabéns pelo site e pelas matérias publicados. Belo trabalho Sillas.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *